segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Georgina























A minha avó, que não conheci. Nasceu em Constância.
Faleceu em Macedo de Cavaleiros, com 36 anos, em 11-3-1927.
Teve seis filhos.
A sua morte precoce criou um silêncio em seu redor.
Tão estranho!

Casamento de Isidoro da Silva Gomes com Georgina Ferreira Rocha

Às catorze horas e trinta minutos do dia doze de Dezembro do ano de mil novecentos e doze, na rua Luiz de Camões e casa residência de João Rocha, perante mim, José Vicente Anes d’Oliveira, funcionário do Registo Civil, compareceu o noivo, Isidoro da Silva Gomes, vinte e dois anos de idade, estado de solteiro, natural da freguesia de São Julião, Concelho de Constância, domiciliado e residente na Praça Alexandre Herculano, desta vila de Constância, filho legítimo de Florêncio da Silva Gomes, natural da dita freguesia de São Julião e de Joaquina da Conceição, de profissão doméstica, natural da freguesia e concelho de Proença-a-Nova e residentes com seu filho; e a noiva, Georgina Ferreira Rocha, de vinte anos de idade, de profissão doméstica, no estado de solteira, natural da dita freguesia de São Julião, domiciliada e residente na dita rua Luiz de Camões desta vila de Constância, filha legítima de João Rocha, marítimo, e de Maria Ferreira de profissão doméstica, ambos naturais da dita freguesia de São Julião e residentes com sua filha, se declaram perante mim e as testemunhas adiante nomeadas que, de sua livre vontade, desejavam celebrar, como por este acto celebram, o seu casamento definitivo, segundo o regime de comunhão de bens.

Tendo previamente procedido em tudo conforme determina a lei, cumprindo todas as formalidade do artigo duzentos e vinte do Código do Registo Civil e nada havendo que a isso me impedisse em nome da Lei e da República Portuguesa, declarei os contraentes unidos pelo casamento.

Foram testemunhas presentes a todo este acto, os quais declararam querer ser padrinhos, Florêncio da Silva Gomes, pai do noivo contratante e José Vicente da Silva Rocha, solteiro, maior comerciante morador nesta vila de Constância e testemunhas João Soares Esteves casado, administrador do Concelho de Constância e José Francisco Gameiro Burguete, casado, comerciante e morador nesta vila de Constância.

E para constar, lavrei este registo que vai ser assinado por todos e por mim, José Vicente Anes de Oliveira, ajudante da Repartição do Registo Civil depois de ser perante todos lido e conferido com o seu extracto. Foi dado por escrito a autorização a que se refere o artigo quinto do Decreto de vinte e cinco de Dezembro de mil novecentos e dez.

A importância dos emolumentos é de seis escudos e sessenta centavos, estando neles incluído a quantia de cinco escudos por o casamento ter sido efectuado em casa e a importância dos selos que vão colados no extracto e de um escudo e vinte centavos e cinco milésimas.

Constância, em doze de Dezembro de mil e novecentos e doze.

 Isidoro da Silva Gomes
Georgina Ferreira Rocha
Florêncio da Silva Gomes
José Vicente da Silva Rocha
João Soares Esteves
José Francisco Gameiro Burgete
José Vicente Anes de Oliveira

Sem comentários: